Famosa pelos mistérios que a rodeia, alimentados pelo desaparecimento de muitos dos seus registos, a Ordem dos Templários motiva o interesse e a curiosidade dos apaixonados pelos mistérios da História, muito antes da fama trazida por Dan Brown. A ordem religiosa medieval foi extinta por decreto do Vaticano em 1307, mas Portugal preferiu valorizar os seus recursos e o património da Ordem em lugar de combatê-la, como aconteceu noutros países. Neste sentido, o rei D. Dinis mudou-lhe o nome para Ordem de Cristo e manteve a sua estrutura. A Ordem de Cristo teve um papel importante nos Descobrimentos; o célebre infante D. Henrique era o seu líder e utilizou os recursos da instituição para promover as suas viagens. Além da “sobrevivência” deste símbolo, os Templários deixaram em Portugal vários monumentos de grande importância.

Tomar, ‘umbigo do mundo’

A sede dos Templários portugueses era na cidade de Tomar, mais precisamente no seu castelo e no convento de Cristo. O conjunto inclui a Charola, um templo de planta octogonal, típico da estética templária e único no país. Umberto Eco, o malogrado académico e romancista italiano, especialista em história medieval, visitou Tomar em 1984 e ficou emocionado com o legado templário que aí encontrou e que descreve na sua obra “O Pêndulo de Foucault”. Eco chamou à cidade “Umbigo do Mundo”, comparando a Roma pela sua importância simbólica.

Almourol, o castelo mágico

Almourol the magic castleDescendo o rio Nabão que corre por Tomar, chega-se ao Rio Tejo, antiga fronteira entre cristãos e muçulmanos. Hoje, só as crianças se lembrariam de imaginar um sólido castelo medieval numa ilha no meio de um rio, mas foi esse mesmo o papel de Almourol, patrulha do médio Tejo durante centenas de anos.

Apesar de todas as lendas que correm em torno de tesouros escondidos em Almourol – e que inspiraram, nomeadamente, o livro “Uma Aventura Fantástica”, de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada – é muito difícil que tenha sobrado algum artefacto arqueológico na ilha. Será mais provável encontrar um tesouro se instalar e jogar a River Belle app ou outra aplicação de casinos online.

Torre de Dornes

Ainda nas proximidades de Tomar, encontra-se, numa península rodeada pelo rio Zêzere, a aldeia de Dornes, cuja torre pentagonal (num formato igualmente exclusivo dos templários) foi construída por Gualdim Pais, Grão-Mestre dos Templários e fundador de Tomar.