O birdwatching está em crescimento em Portugal, acompanhando o interesse pela natureza e pela protecção do meio ambiente. Com extensas áreas naturais, um clima ameno e sendo ponto de passagem das migrações de aves entre a Europa e a África, o país torna-se um destino cada vez mais interessante para os birdwatchers. Confira alguns exemplos de áreas naturais onde se pode praticar a observação de aves em Portugal.west-coast-algarve-1602972_960_720

Peneda-Gerês

O único parque nacional de Portugal foi criado com o objectivo expresso de proteger a fauna e a flora, pelo que reúne as condições ideais para a nidificação e permanência de várias espécies, principalmente durante o tempo quente. É o caso do picanço-de-dorso-ruivo, do chasco-cinzento ou do dom-fafe. A toutinegra-do-mato e a águia-caçadeira também são passíveis de ser avistadas.

Serra da Estrela

A Estrela, constituída em Parque Natural, apresenta uma grande diversidade ornitológica, mercê das diferenças de altitude. Nas zonas inferiores, o rabirruivo-preto e a andorinha-daúrica convivem bem com a presença humana. Em altitudes intermédias, pinhais e arbustos abrigam a felosa-de-papo-branco e a estrelinha-real. Acima dos 1600 metros, em zonas despidas de vegetação, pontificam a laverca ou a ferreirinha.

No Inverno, as condições climatéricas afastam a maior parte das espécies mas é uma boa ocasião para perscrutar aves mais adaptadas a estas condições, como a escrevedeira-das-neves e a ferreirinha-alpina.

Berlengas e Cabo Carvoeiro

A classificação das Berlengas como Reserva Mundial da Biosfera veio reconhecer o facto de o arquipélago abrigar espécies animais únicas, nomeadamente aves marinhas. É possível encontrar espécies locais, como a galheta e a cagarra, e migratórias, como a escrevedeira-da-lapónia. Contudo, a partir de Peniche e do Cabo Carvoeiro também é possível avistar espécies de inverno como a mobelha-grande.

Estuário do Tejo

A proximidade da Grande Lisboa pode ser ambientalmente prejudicial, mas não impede que o estuário seja uma das zonas privilegiadas para o birdwatching em Portugal, pela imensa variedade das espécies existentes. Desde as espécies de inverno, como os flamingos e os milherangos, as íbis-pretas, o pisco-de-peito-azul ou a nocturna coruja-das-torres, até aves florestais como o noitibó ou o abelharuco.